THE PURGE: 12 horas de anarquia.

Olá amigos, em plena sexta feira 13 (rs) a resenha de hoje é sobre a sequencia de filmes The Purge. São filmes de suspense e horror que assisti um tempo atrás e que creio que tem um tema legal para ser discutido.

Nome: The Purge (Uma Noite de Crime)

Gênero: Suspense, horror.

Direção: James DeMonaco

Roteiro: James DeMonaco

Os filmes giram em torno de uma realidade onde os Estados Unidos vivenciam os menores índices de criminalidade e desemprego de sua história, tudo devido ao “Expurgo”: um período anual de 12 horas no qual todo e qualquer crime é permitido, com pouquíssimas restrições e os serviços emergenciais ficam suspensos.

purge2b1

A critica principal do filme é analisar a maneira em que os humanos iriam liberar seus verdadeiros instintos no dado momento em que “tudo” fosse permitido fazer em tal limite de tempo. Que Pandemônio a sociedade poderia se transformar nessas 12:00h de “expurgo”? Apenas pessoas politicamente erradas participariam desse tipo de evento? Ou ate mesmo o lado mais padrão da sociedade? É nessa hora que o filme pode mostrar que o ser humano é capaz de tudo para satisfazer as suas vontades principalmente se isso não for “politicamente errado”.

Outro ponto que é evidente tanto no primeiro filme, quanto no segundo é o peso das desigualdades sociais. Vamos imaginar que algo desse gênero venha a acontecer. Será mesmo que um evento de tamanha violência iria ser igual para a classe alta, média e baixa da sociedade? É evidente que não.

No primeiro filme fica evidente o lado preconceituoso da sociedade, onde o foco do filme fica em jovens de classe alta que perseguem um jovem negro e nesse decorrer acaba envolvendo uma família que não tinha nada haver com a história. Mas ainda assim não consegue mostrar tal intensidade do evento que esta ocorrendo em todo o país, se prendendo apenas as cenas que ocorrem na casa da família de classe alta. E não enfatizando a baderna que provavelmente estaria rolando lá fora.

2331

Cena do primeiro filme da franquia. Intitulado The Purge.

Já no segundo filme o preconceito fica ainda mais evidente, onde pessoas da classe excluída da sociedade passam a ser objeto de prazer sádico por parte da classe alta. Mostrando que o Governo que nutria aquela nação, também se divertia e tirava proveito com aquele tipo de lei. O que torna o segundo filme da franquia interessante é que ele irá expandir essa temática mostrando o impacto social que esse dia do expurgo terá nas ruas, enfatizando o nível de desordem e anarquia que as ruas podem se transforma nesse feriado de “limpeza espiritual”. É que a classe baixa, que não tem poder algum de se defender em relação a todos os perigos expostos daquele feriado, fica exposta a mercê da sorte.

h

fdsdg

Cenas do segundo filme da franquia. Intitulado The Purge: “Anarchy”

Sem duvidas a franquia The Purge são filmes com uma temática ousada que irá fazer o espectador se envolver com todo o suspense do filme, mas também fará com que ele se questione sobre aquele tipo de realidade . O único ponto negativo é que uma temática tão rica e ousada quanto essa não é tão bem desenvolvida no final de ambos os filmes, deixando questionamentos diversos para o espectador. Apesar de que no segundo filme já lança a ideia de que aquele tipo de pratica pode ser mudada se houver empenho da massa da sociedade em que realmente é afetada.  Mas ainda assim não torna ambos filmes ruins, mas sim filmes que poderiam ter tido um final com um desenvolvimento com o mesmo nível da proposta que é dada.

Tudo que sei é que a franquia não chegou ao fim e que logo será lançado o terceiro filme intitulado como The Purge: Election Year, agora é esperar para ver o que pode acontecer.

Trailer Filme 01:

Trailer Filme 02:

Trailer Filme 03 (ainda será lançado):

 

Texto escrito por: Eduardo Mateus.

Anúncios

2 comentários sobre “THE PURGE: 12 horas de anarquia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s