Resenha: Bungou Stray Dogs.

Olá minna! Como estão? Eu sou a Lita e voltei para mais uma resenha aqui no blog, e desta vez, a resenha é sobre o anime Bungou Stray Dogs. 

A obra foi criada por Kafka Asagiri e ilustrada por Sango Harukawa e o mangá está sendo lançado na revista Young Ace, quase que mensalmente, desde 2012.

Digo isto, pois percebi que o lançamento é um pouco aleatório, tem mês que é lançado dois capítulos simultaneamente e tem mês que não é lançado nenhum capitulo, porém, na maioria das vezes, é um capitulo por mês mesmo.

O mangá ganhou sua adaptação para anime em 2016 pelo estúdio Bones, sendo exibida em duas partes; a primeira contendo 12 epidósios foi ao ar entre 7 de abril de 2016 e 23 de junho de 2016 e a segunda, também com 12 episódios, entre 6 de outubro de 2016 e 22 de dezembro de 2016. Mais tarde, a obra ganhou um filme de animação que foi lançado em 3 de março de 2018.

Gênero: Ação, Ficção, Mistério, Seinen, Sobrenatural.
Ovas: 1.
Ano: 2016.
Classificação: 18 anos.

Sinopse:Nakajima Atsushi foi expulso de seu orfanato, e agora ele não tem nenhum lugar para ir e está sem comida. Enquanto ele está de pé perto de um rio, à beira de morrer de fome, ele resgata um homem que por capricho tentava o suicídio. Esse homem é Dazai Osamu, e ele e seu parceiro Kunikida são membros de uma agência de detetives muito especial. Eles têm poderes sobrenaturais, e lidam com casos que são muito perigosos para a polícia ou as forças armadas. Eles estão rastreando um tigre que tem aparecido na área recentemente, em torno do mesmo tempo em que Atsushi veio para a área. O tigre parece ter uma conexão com Atsushi, e ao decorrer do caso, é evidente que o futuro de Atsushi irá se envolver ainda mais com Dazai e o resto dos detetives!

Aos meus sinceros comentários!
Descobri esse anime por indicação de um amigo e antes que eu apertasse o play, decidi pesquisar um pouco sobre os personagens, o traço e a sua história.

O traço é realmente muito bonito e os personagens me chamaram muito a atenção por isso, em especial, Osamu Dazai, que é um dos protagonistas da história.

Resultado de imagem para dazai osamu

Não só ele, como boa parte do elenco do anime foram criados com base em grandes autores da história da literatura japonesa. Descobri que Osamu Dazai realmente foi um ator que ainda jovem (aos seus 38 anos), cometeu suicídio junto  a sua mulher. Ambos morreram afogados em um rio perto a sua casa. Traços fortes retratados no anime e na personalidade do personagem, que apresenta tendências suicidas, e muito disso é relatado na obra, tanto que a primeira aparição do Dazai na animação é quando Atsushi o salva enquanto ele tentava se suicidar, afogando-se no rio.

Achei muito criativo e interessante o embasamento dos personagens com seus autores. Não pesquisei a fundo, mas a maioria dos autores, morreram de uma forma trágica, se não por suicídio, por doenças severas, como a pneumonia, no caso do personagem que carrega o seu nome, Atsushi Nakajima.

Resultado de imagem para Atsushi Nakajima

Em resumo,a primeira temporada gira em torno da Agência de Detetives Armados e da Máfia do Porto, duas organizações de agentes com poderes sobrenaturais, sendo a Máfia do Porto uma organização privada, e a Agência de Detetives Armados, uma organização que trabalha em conjunto com o governo, resolvendo casos sobrenaturais que estão fora do alcance da polícia militar. Os primeiros episódios são mais como apresentações dos personagens e suas habilidades. Ambas as agências entram em conflito, lutando pela captura e proteção de Atsushi. Algum tempo depois, uma nova agência se apresenta como A Guilda, uma sociedade secreta que busca permissão (literamente, em documentos) para atuar como agentes, e para isso, eles são capazes de tudo e a Agência de Detetives Armados se vê na necessidade de unir forças com a Máfia do Porto para combate-los.

Assim como Atsushi, Dazai também possui grande atenção na história, e na segunda temporada, temos a conhecida “Dark Era”, que conta a história de Dazai antes de ele entrar para a Agência de Detetives Armados. Por ser um personagem muito misterioso, muitas coisas sobre ele ainda são desconhecidas, como por exemplo, porque seu corpo é coberto por bandagens.

Resultado de imagem para dazai osamu

Alguns fãs relatam a possibilidade de que elas estejam ali devido à consequências de uma tentativa de suicídio.

Mas além disso, Dazai é um personagem cômico e muito poderoso, é muito inteligente, considerado um gênio entre os demais e muito disputado entre as agências, o que torna a sua história ainda mais interessante.

A história possui pouco romance entre Atsushi e Kyouka, uma menina que aparece entre o primeiro arco e que trabalha para a Máfia do Porto, mas acaba deixando a sua agência e entrando para Agência de Detetives Armados, gerando ainda mais conflito entre elas e a necessidade de Atsushi em protegê-la.

Em geral, o anime é mais sombrio e aborda também os conflitos interpessoais entre Dazai, Atsushi e Akutagawa.Resultado de imagem para akutagawa and dazai Enquanto Akutagawa busca pela aprovação de Dazai, o mesmo não o reconhece, pelo mesmo possuir métodos muito cruéis na Máfia do Porto, e ele por sua vez, sente muita inveja de Atsushi, que se torna o favorito de Dazai e seu mais novo protegido. Eu muitas vezes senti raiva e pena do Akutagawa, pois ele claramente está buscando pela aprovação do Dazai de forma errada e o Dazai se aproveita da situação, sempre o provocando de formas maldosas. Mas o final surpreende e é muito satisfatório.

Os contras que eu posso citar sobre o anime é que ele também faz uso excessivo do querido protagonismo, mas nada que realmente tenha me incomodado. Em geral, senti falta da aparição de mais personagens como o Chuuya, que apareceu bem pouco e é um personagem importante e muito admirado pelos fãs da obra.

Bom, se você se interessou até aqui, isso significa que você deve assistir o anime, pois ele é muito mais do que eu citei nesta resenha e com certeza vai te surpreender. Também não posso esquecer de enaltecer a maravilhosa música de abertura! E que OST maravilhosa tem esse anime ♥

Sobre o Mangá: Sempre procuro ler antes de criar a resenha, mas este em especial, eu não li. Porque os traços do mangá são BEEEEEEEEM diferentes do anime e isso me deu um choque, a princípio. No anime os traços são tão bonitos e bem feitos, que quando tentei ler o mangá mal pude reconhecer os personagens, e isso não é uma crítica tão ruim, é apenas diferente mesmo, e eu decidi esperar um tempo para ler, mas de qualquer forma, se você assistiu o anime e busca ver a continuação no mangá, basta seguir a partir do capitulo 37. Atualmente, o mangá segue com mais de 63 capítulos, lançando parcialmente uma vez por mês, como citei lá em cima.

Você poder ler o mangá traduzido em portugês acesse:

 

Sobre o anime: As duas temporadas juntas dão o total de 24 episódios (25 contando o OVA), tendo 12 episódios para a primeira temporada e 12 episódios para a segunda. Será possível ter uma terceira temporada? Eu realmente não sei, procurei sobre possibilidades para uma terceira temporada, mas não encontrei, entretanto, esse ano foi lançado um filme, então podemos sonhar, não é? Pois acredito que, da forma como a segunda temporada finalizou, é possível sim uma terceira temporada.

Para assistir a primeira e a segunda temporada acesse:

 

Sobre o filme: Bungou Stray Dogs: Dead Apple é o filme que foi lançado ainda esse ano. Eu particularmente não assisti ainda, porque até onde procurei, não encontrei o filme legendado, e nem com boa qualidade. Sabemos que os filmes demoram a chegar aqui para nós, meros brasileiros, então assim que disponibilizarem, volto aqui e publico um link disponível para vocês. Caso algum leitor tenha acesso, vocês podem postar nos comentários também.

Para ajudar, aqui está a cronologia do Anime + Filme:
Ordem Cronológica:
01 Temporada: Bungou Stray Dogs.
Filme: Bungou Stray Dogs: Dead Apple.
02 Temporada: Bungou Stray Dogs.
03 OVA Bungou Stray Dogs: Hitori Ayumu.
Versão Mangá: Bungou Stray Dogs.

E por fim, é isto. Espero que tenham gostado e que a resenha tenha lhe despertado o interesse.

Até a próxima resenha.
Escrito por: Lita Leone.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s