Resenha: Seraph of the end, vol.01

Oi oi oi amigos, hoje trago para vocês uma breve resenha do volume 01 de Seraph of the end, que esta sendo publicado pela editora Panini. Espero que vocês curtam a análise, nós vemos lá nos comentários.

Nome: Seraph of the end (owari no seraph).

Volume: 01.

Roteiro: Takaya Kagami.

Arte: Yamato Yamamoto.

Storyboard: Daisuke Furuya.

Editora: Panini Comics

Valor: 13,90.

Formato 13,7×20 cm, 200 páginas.

 

Sinopse: A humanidade é dizimada por um vírus desconhecido e apenas as crianças sobrevivem. Como se isso não fosse ruim o bastante, elas são escravizadas por vampiros que as levam para as profundezas da terra! Em meio a esse cenário desolador, Yuichiro e Mikaela procuram um meio de alcançar a liberdade junto de seus amigos e fugir de volta para a superfície! (fonte: Editora Panini.)

Comentários: Assumo que de muitos títulos que pensei que a Panini poderia publicar esse ano, Seraph of the end, não foi um deles. Não que o título seja ruim, pelo contrário. Mas não achei que fosse muito o tipo de mangá que a Panini publicaria. Achava que a NewPop um dia em uma realidade alternativa provavelmente publicaria esse titulo. Mas como a vida é repleta de surpresas, um belo dia a Panini resolve surpreender e simplesmente anuncia Seraph of the end. Eu adorei a notícia, pois é uma história que gosto muito. Na época que vi o anime, assisti tudo em poucos dias. Os personagens são muito carismáticos e a história em si é bem envolvente.

Seraph of the end também gira em torno de um universo pós apocalíptico (como boa parte das obras que tenho lido ultimamente hihihi),  e dessa vez a causa da extinção da humanidade é um vírus misterioso que chega do nada e mata todas as pessoas com idade superior a 13 anos, deixando apenas as crianças. Logo em seguida vampiros que se escondem nas profundezas da terra, surgem na superfície sequestrando todas essas crianças para sua base, uma cidade chamada sanguinem. E lá essas crianças se tornam escravos desses vampiros, se submetendo a todas as vontades deles. Mas também  tornam-se “gado”, servindo de alimento para os vampiros.

Os protagonistas do primeiro capítulo são Yuichiro e Mikaela, dois garotos órfãos que vivem inconformados com a situação em que estão. Protegendo a si mesmos como pode, mas também todos os seus amigos do orfanato de onde viviam. Os dois garotos acabam bolando um plano ingênuo que acaba não dando nada certo e gerando uma grande tragédia. (Assumo que ao ler o primeiro capítulo do mangá, tive aquele sentimento de nostalgia por ter visto a cena no anime. É bem triste e pesada e faz com que o leitor crie aquele sentimento de empatia com relação ao ocorrido). Mas o primeiro capítulo acaba, e a história começa pra valer. Yuichiro descobre que nem tudo era como os vampiros dizia, que na superfície ainda existem humanos e que esses humanos agora lutam para ter o espaço deles novamente. Sem pensar duas vezes ele se junta a esse grupo de humanos e passa a almejar ansioso pelo dia em que irá destruir todos os vampiros.

 

Ao concluir o primeiro volume desse título percebi que o anime realmente está bem fiel ao mangá. A única diferença é que os fatos no mangá ocorrem muito rápido, muitas cenas que no anime foram mais detalhadas no mangá ocorrem e em um passar de páginas. Mas isso não torna a história nenhum pouco ruim, pelo contrário. Esse primeiro volume funcionou bem como uma introdução, creio que nos próximos volumes a trama irá amadurecendo mais. Por ter visto o anime estou bem ansioso pra ver como será a intensidade dos próximos fatos no mangá, muitas vezes no mangá acaba sendo bem melhor. Além de que o traço é muito bonito, bem delicado apesar de ser um shounen.

Sobre a edição Brasileira que a Panini está fazendo, apesar de ser uma edição simples está bem caprichada. O acabamento da capa ficou bem legal, na parte exterior tem algumas artes coloridas, apesar do mangá não ter folhas coloridas. No final do volume tem alguns extras, como comentários do roteirista, apresentação dos personagens, glossário e tirinhas engraçadas. Espero que nos próximos volumes permaneça bem caprichado e com bastante extras.

Para quem gosta de histórias sobre vampiros, com bastante fantasia e sobrenatural Seraph of the end é uma ótima opção. O mesmo vale para quem pretende iniciar uma nova coleção.

Nota: 5.0 / 4.5

Gravei um vídeo resenha pro nosso canal. Falando um pouco mais sobre Seraph of the end, e também mostrando melhor como ficou a edição desse mangá. Não deixem de conferir e deixar seu like lá (quem for novo no canal não esqueça de se inscrever para poder acompanhar os próximos vídeos.)

E você já leu ou assistiu Seraph of the end? O que achou ? Não deixem de comentar galera, adoro trocar uma ideia com vocês. Assim que eu ler o volume 02, irei postar resenha aqui. Aguardem ❤

Escrito por: Eduardo Mateus.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s