CARNAVAL: LEITURAS DE VIAGEM.

Todo mundo sabe que o ano só começa de verdade no Brasil depois do carnaval não é? Alguns aproveitam esse feriado para curtir e fazer tudo que não tem coragem de fazer no ano inteiro, com a desculpa de “que é carnaval e vale tudo” ZZZ já outros aproveitam para viajar ou aproveitar o feriado descansando. Se for para me incluir em uma dessas classes eu diria que sou aquele que viaja mas que também tenta descansar e aproveitar o feriado. Sempre viajo com minha família pro litoral, mas aproveito essas viagens para descansar a cabeça da correria do dia a dia, e como sempre acaba rolando um pouco de “tédio” nessas viagens, principalmente quando bate aquela saudade do computador e da rotina acelerada eu sempre acabo levando opções de leitura para poder me distrair durante esses momentos da viagem.

No feriado de outubro do ano passado também viajei e tentei gravar Vlogs mostrando as leituras que estava fazendo durante a viagem, mas acabou não dando tão certo quanto esperava. Esse ano eu tentei novamente … e digamos que as coisas fluíram bem melhor. Nos dois vídeos abaixo irei mostrar para vocês quais foram as leituras que levei comigo e quais foram as leituras que consegui concluir durante os cinco dias que passei fora.

Abaixo irei fazer alguns comentários sobre as leituras que eu fiz durante a viagem. Dai vocês aproveitam e me dizem se acham legal eu fazer post’s de atualizações de leitura, onde eu irei fazer breves comentários sobre cada mangá que estivesse lendo. Já coleções concluídas eu faço resenha fechada mesmo. Não deixem de comentar e opinar, sugestões são sempre bem vindas.

Parasyte vol. 02 e 03: Essa não é a primeira vez que leio Parasyte, digamos que é uma releitura da obra. A primeira vez que li creio que foi por volta de 2013 antes do anime ser anunciado e da editora JBC ter lançado o mangá no Brasil. O volume 02 e 03 é basicamente a transição da personalidade do protagonista, no volume 02 a família do Shinichi cada vez mais sente ele distante e sente que ele deve estar guardando algum segredo, a mãe dele em especial fica bastante mexida com toda a mudança do filho e por essa mudança ter acontecido de modo tão repentino. Porém no final do volume 02 ocorre a maior tragédia que poderia ocorrer no mangá todo e a partir disso o Shinichi se vê obrigado a mudar e como ele e o Miggy cada vez estão mais unificados como parasita e humano, a personalidade do Shinichi vai mudando de modo que nem ele percebe e assim ele se torna um ser humano com personalidade de parasita, sem dar tanta importância para alguns assuntos. Algo muito interessante também é que devido a essa mudança radical no corpo e personalidade do Shinichi ele meio que ganha novas habilidades como super força, velocidade, audição. Nada exagerado, mas que ao mesmo tempo consegue diferir ele dos outros seres humanos normais.

Steins;Gate vol. 01: O volume funciona muito como uma introdução da ideia geral da história, nele vai ser explicado a questão da viagem no tempo e das experiências que o protagonista faz em busca de descobrir o mistério da possibilidade de ser possível viajar no tempo. A premissa é bem interessante, dizem que o anime é bem melhor (ainda não assisti) porém assumo que achei o volume 01 um pouco maçante, muita explicação de tudo que está rolando. Sei que é necessário mais teve momentos que me deu sono. Vamos ver se melhora no volume 02!

Berserk Vol.05: Volume cinco dá início ao arco “Era de Ouro”, vai mostrar como o Guts reagiu ao entrar pro bando do falcão. Evidentemente ele de início é bem retraído mas aos poucos que ele passa a perceber que os companheiros de batalha estão dando uma oportunidade para ele se integrar ao grupo o personagem vai se encaixando a rotina e modo de vida deles. Mas creio que o ponto alto desse volume é os capítulos da batalha de Guts contra o “Zodd , o nosferatu”, além das cenas extremamente violentas esse volume consegue fazer o leitor entrar na pilha da luta, achei muito interessante quando o Zodd fica surpreso de existir um humano que consiga machucar ele e mais surpreso ainda por encontrar dois humanos que conseguem realizar aquela proeza no mesmo dia. Com certeza Guts e Griffith teriam morrido se bem na hora “h” Zodd não tivesse notado a presença do behelit vermelho no pescoço de Griffith, dessa cena a frase mais marcante é “se esse homem o considera um amigo verdadeiro … é bom que saiba … no momento em que as ambições dele falharem … a morte virá atrás de você!!! Uma morte certeira, da qual jamais  poderá escapar!!!”, o Guts irá lembrar muito bem dessas palavras futuramente!

Vagabond Vol. 03, 04 e 05: Esse título é excelente, sempre que leio ele fico me lamentando por sempre demorar tanto para por essa leitura em dia, de início não li de cara pois preferi deixar acumular, mas agora estou com a faca e o queijo na mão, então já posso ler tranquilo. No Volume 03 Takenzo abre mão de sua antiga vida para viver um novo recomeço como Miyamoto Musashi, ele segue jornada com o intuito de crescer como samurai e derrotar todos aqueles que se dizem mais fortes do que ele para que dessa forma ele possa ter noção do tamanho da força que tem. Já no primeiro capítulo ele desafia os membros da academia Yoshioka em Kyoto.  O volume segue dando ênfase a luta de Musashi contra cada membro da academia, até chegar aos membros de patente mais alta, onde o mesmo passa a ter dificuldades no combate e é nesse momento que podemos ver a série de defeitos que Musashi tem como Samurai e o quanto ele precisa amadurecer ainda para poder se tornar forte como almeja, enquanto isso Matahachi acompanha todo o combate sem perceber que se tratava de Takenzo um dos combatentes e de maneira irresponsável acaba incendiando o dojo dos Yoshioka causando tumulto em toda a aldeia. O Volume 04 segue de maneira mais tranquila, com Musashi se recuperando do último combate e dessa vez seguindo jornada em busca do templo Hozoin. Achei interessante que nesse volume finalmente os sentimentos de Musashi com relação a outsu passam a surgir e por mais que ele tente esconder isso, só fica mais evidente e claro de que quanto ele não resolver essas pendências sentimentais isso poderá se tornar um obstáculo. O volume 05 diferente do anterior vai decolar bem mais rápido e vai ser adrenalina a cada página que se passa, ele conseguiu passar para mim o quanto era mortal e sério a questão do samurai, a questão de levar aqui como prioridade na vida, se tornando algo de viver ou morrer em combate. Neste volume irá ocorrer mais um combate, desta vez no templo Hozein, contra o líder do templo o Inshun que na minha opinião é um dos melhores personagens que já surgiram no mangá do volume 01 pra cá, cada combate que tem ocorrido em vagabond tem se intensificado mais e ficado ainda mais interessante. Como já disse vagabond é um mangá que ele te prende na história com muita facilidade e te deixa ansioso para passar cada página, fazendo com que o leitor leia muito rápido. Para vocês terem ideia eu li esses três volumes em um único dia.

One Punch Man Vol.01: Sim é uma vergonha, mas só comecei a ler esse título esse ano kkkk. Como eu já conheço o anime meio que deixei acumular alguns volumes para não ficar lendo e esperando o próximo chegar, sou impaciente e não aguento esperar. Como já era de se esperar eu dei muita risada com esse volume 01 que é ótimo, é nesse momento que percebi que o anime realmente está bem fiel ao mangá. Gosto muito da sensação cômica que One Punch Man transmite. Semelhante a vagabond é um mangá que lemos muito rápido, consegui concluir esse volume 01 tranquilamente. O volume 01 é uma introdução do que é a história, quem é Saitama, ele nos trás uma ideia bem leve de onde veio o incentivo e como ele se transformou um herói, também já temos nesse volume a primeira aparição do personagem Genos que é um android, é o personagem que mais me identifico da trama também.

Black Rock Shooter vol. 02:  O volume 02 dá continuidade às missões da Rock em achar almas estagnadas, o que eu achei mais interessante é que a Rock passa a sentir a necessidade de recordar do passado dela quando estava viva, mas também querer saber se teve um amor, se foi importante para alguém. E alguns momentos do volume chegou a me dar impressão de que ela está sendo usada para sentir todos aqueles sentimentos e despertar algo maior. O mais legal do mangá de BRS é que ele é totalmente diferente do anime, então tudo que estou lendo é novo para mim.


Bom galera foi basicamente esses títulos que li durante a viagem que fiz no feriado de carnaval. Mas me digam vocês, leram bastante também? E quais títulos foram? Não deixem de comentar do que acham de eu fazer diários de leitura dos volumes que estou lendo com breves comentários como fiz acima.

Escrito por: Eduardo Mateus.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s