Resenha: Mangá Tsumitsuki.

Olá galera, tenho uma resenha de um mangá quentinha para vocês conferir. O quanto profunda pode ser a dor de um sentimento mal resolvido? Tsumitsuki fala de assuntos mal resolvidos e sentimentos de ressentimentos que podem emergir e tomar forma. Não deixem de conferir a breve resenha abaixo.

Título: Tsumitsuki

Autor: Hiro Kiyohara

Valor: R$ 13,90

Volumes: Volume Único

Classificação/Faixa-Etária: Recomendado para maiores de  14 anos

Assuntos/Categoria: Horror, Psicologico, Shounen, Sobrenatural

Andamento: Completo

Editora: JBC

Sinopse: Cidades do interior são conhecidas por suas lendas urbanas, carregadas de mistérios e aparições sobrenaturais. Em uma delas, a lenda local é sobre os Tsumitsukis, espíritos que se alimentam do remorso das pessoas que cometem alguma atrocidade. Chinatsu Takada, uma garota que mudou-se recentemente para tal cidade, irá conhecer de perto o terror que os Tsumitsukis afligem sobre as pessoas quando deparar-se com Kuroe, um misterioso garoto que mora no templo local e parece conhecer até bem demais sobre esses espíritos e o destino cruel que recai sobre as pessoas que com ele se encontram. (fonte: Editora JBC)

“Nos veremos de novo… quando a sua culpa aumentar.”

Comentários: Já faz um tempo que estava com vontade de ler Tsumitsuki, creio que o motivo maior disso foi por ele ser um mangá muito bem “vendido” em termos de propaganda, sempre que li sobre ele foi vendido muito bem a imagem de ser um mangá aterrorizante de terror, e como sou fascinado por filmes, séries, hqs enfim … tudo que seja relacionado ao universo macabro do terror eu me senti bastante interessado em ler essa obra e assim que tive a oportunidade de comprar o mangá assim fiz. Um outro motivo que me fez também ter bastante interesse em ler Tsumitsuki foi por ele ter sido desenhado pelo mesmo artista de Another, então eu já imaginava que poderia sair algo bom dai, correto? Talvez rs.

Tsumitsuki gira em torno de um universo onde existe Tsumitsukis, que são Yokais/demônios que se apoderam do corpo de pessoas que tem fortes sentimentos de culpa no coração para tomar posse do corpo dessas pessoas. O inimigo natural dos Tsumitsukis são os Ayakashis, o personagem principal de toda a trama é o Kuroe ele é nada mais nada menos do que um Ayakashis que caça tsumitsukis a medida que vai surgindo novos casos na cidade. Ele é o personagem principal do mangá pois de todos os personagens o Kuroe é o único que participa de todos os contos, o mangá é dividido em quatro contos e o Kuroe está presente em todos eles. A única personagem que aparece mas de uma vez em um conto é a  Chinatsu Takaba, ela surge no primeiro capítulo do mangá e no desfecho dele também. Eu achei a trama bem interessante, consegue trazer para o leitor uma leve sensação de contato com o “folclore” do Japão, além de que também conversa muito bem com a questão dos sentimentos de cada um, como cada pessoa vai reagir com tragédias? Será mesmo que guardar sentimentos negativos e culpa para si próprio vai trazer coisas boas? No mangá existe o Tsumitsuki que é um ser que se apodera do ser humano que tem o coração repleto de culpa, mas se formos levar isso pra vida real, muitas vezes pessoas que se deixam levar por esse tipo de sentimento acaba desperdiçando a vida se prendendo a mágoas. O ponto negativo da história é que as razões que faz com que os personagens de cada conto se deixar possuir por um Tsumitsukis são muito simples, como é o caso do conto do capítulo 02 que a garota se transforma em um tsumitsuki pelo simples fato de sentir ciúmes do professor que ela é apaixonada, achei muito superficial o conto para não dizer mal feito. Mas ainda assim a série de contos segue com um clima gostoso que me fez terminar a leitura tranquilamente.

tumblr_okuy4gzj1d1u788p1o3_1280

Com relação a edição Brasileira do Mangá que foi publicado pela editora JBC, achei que a capa obedeceu direitinho a ideia original é interessante que possui folhas coloridas no início, eles tentaram passar mesmo a ideia de ser um mangá bem sombrio. Apesar de ser no papel jornal, não é um papel jornal de má qualidade, digamos que o papel é de uma fibra mais firme semelhante a edição de Prophecy sem folhas transparentes nem falhas desse tipo. Além de que no final da edição tem comentários do autor, então achei bem interessante. O preço de capa estava por 13.90 mas como já faz um tempo que foi lançado e é um mangá de volume único é possível que vocês consiga achar ele por um preço bem abaixo de capa em lojas online.

Conclusão: Tsumitsuki é um bom mangá, possui uma boa história que contém alguns deslizes que deixa a história fraca em alguns pontos mas ainda assim é um mangá que dá para ler tranquilamente para descontrair. Porém sugiro que quando for ler esse mangá não leia com tantas expectativas, principalmente de encontrar alguma história aterrorizante de terror, pois você não vai achar. Tenho certeza que assistir peppa pig ou coragem o cão covarde vai dar muito mais medo do que lendo esse mangá. Mas se você ler levando em conta o teor cultural, folclórico criado pela imaginação do autor provavelmente você irá se deliciar com a história.

Abaixo esta a versão da análise do mangá que fiz para o canal do blog no YouTube. No vídeo mostro o mangá para vocês com mais detalhes. Se você ainda não conhece o canal do nosso blog não deixe de se inscrever para acompanhar os próximos vídeos mas também ajudar nosso canal a crescer e alcançar mais pessoas, mas também não esqueça de deixar seu like no vídeo e compartilhar nas redes sociais. Desde já agradeço pelo apoio.

A partir desse post sempre deixarei uma nota de zero a cinco estrelas para as analises de mangás, filmes, animes que irei fazer de hoje em diante.

Nota: Três estrelas.

Escrito por: Eduardo Mateus.

Anúncios

2 comentários sobre “Resenha: Mangá Tsumitsuki.

    • somaisumaleatorio disse:

      Mas então Kelen, eu considero DN mas uma obra de suspense policial do que necessariamente terror, porque não acontece nada que faça a trama se encaixar no gênero terror (na minha opinião). Já Tsumitsuki achei que ele foi mais uma “grande promessa” do que algo realmente aterrorizante, achei bem suave a história apesar de que tem uma boa premissa, como você disse o mangá teria rendido mais se eles tivessem se aprofundado na proposta que realmente era boa. Ficou parecendo mais um trabalho feito as pressas ou sem muita dedicação.
      Agradeço pelo comentário e visita, volte sempre ❤

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s