Tigresas do Kpop: Top10 – Janeiro

Enquanto para o jotapope o mês de Janeiro foi extremamente proveitoso o capope teve uns picos de lançamentos em meio à um mar baladas derivativas de diversos estilos, e acreditem eu ouvi todas e definitivamente o capope não sabe fazer baladas. Oh well! Vamos seguir em frente e comentar as dez músicas que mais marcaram o mês de Janeiro, aviso que ouvi os EPs e LPs inteiros e se alguma música não entrou aqui, é porque ela não me chamou tanto a atenção, assim como na lista que fiz em meu blog, somente canções que eu achei MUITO boas entraram, de resto vocês já devem conhecer, então, lesgo!

01 CLC – HOBGOBLIN’

Com direção artística de HyunA suas crias lançam a melhor música do capope até aqui. A faixa é exatamente o que as 4MINUTE apresentariam se estivessem em atividade, afinal lembra canções lançadas por elas antes de HATE. A música é bem marcante, ela já mostra ao que veio logo de início e consegue te prender do início ao fim, além de ter um fator de replay muito bom. Uma pena que a CLC fiquem mesmo como uma banda de nicho internacional, não alterando em nada sua influência na Coréia. Paciência.

02 HELLOVENUS – MYSTERIOUS

HELLOVENUS apostou em algo realmente bom para esse inverno coreano e trouxe uma canção classuda, vintage e realmente pegajosa. Tudo em volta da música é muito bem pensado ela transpira uma sensualidade bem delicada e que é bem aproveitada pelas meninas. Logo “Mysterious” trás aí provavelmente um dos melhores lançamentos do capope até aqui.

03 DREAMCATCHER – CHASE ME

“Chase Me” foi provavelmente uma das maiores surpresas do capope em anos e com certeza a música mais diferente que ele pode oferecer até agora em 2017. Aproveitando o gancho do sucesso de BABYMETAL, Dreamcatcher surge para preencher uma vaga dentro do capope mais voltado para o público de rock, criando o dark aegyo que realmente soa mais interessante e marcante do que o white.

04 AOA – EXCUSE ME

O capope parou em 2017 quando AOA lançou seu duplo single, principalmente por dizer que “Excuse Me” era possivelmente uma das melhores músicas de 2017. A sensação que tenho da música continua a mesma ela não tem um pré-refrão que lhe faça perceber que o refrão está chegando, simplesmente ele surge e a sorte da canção é que o refrão é pegajoso e funciona e é exatamente por isso que ela preenche o quarto lugar, pois “Excuse Me” mesmo sendo sample de “Can’t Get You Out Of My Head” não consegue ter um desempenho épico como sua progenitora.

05 CLC – MEOW MEOW

O mini album das CLC é realmente agradável e “Meow Meow” se destaca por apresenta um tropical house com elementos indianos, além de um trap na parte do rap. O único defeito da faixa em si é que seu refrão poderia ser mais impactante, pois o “meow meow” soa repetitivo as vezes, mas no final das contas funciona e faz com que você fique repetindo a música em sua cabeça.

06 SUZY – YES NO MAYBE

Suzy não me convenceu de início com “Yes No Maybe“, pois eu acho que seu pré-refrão é praticamente inexistente, mas o refrão dela é tão bom que você realmente vai cedendo aos poucos. Sem contar que o vídeo oficial da música tem uma história muito boa e um fator de replay. O que mais me chama atenção de “Yes No Maybe” é seu teor dramático e sensual, criando uma faixa que consegue equilibrar bem essas duas mensagens.

07 SEOHYUN – DON’T SAY NO

Eu não cheguei a comentar o debut da Seohyun aqui na coluna Tigresas do K-pop, mas tá aí a minha opinião, em “Don’t Say No” a fórmula é simples e parece que foi sample de “The Way” da Ariana Grande, o que não é ruim, mas venhamos e convenhamos que não trás nada de novo para o capope e para a música em geral. É tanto que a própria Ariana tem reduzido esse estilo cada vez mais em sua discografia, por exemplo. Mas “Don’t Say No” é gostosa de ouvir e tem um ar meio sensual classudo, gostei.

08 LUNA, HANI & SOLAR – HONEY BEE

Se “Bang Bang” já foi uma versão menos épica de “Lady Marmalade“, “Honey Bee” veio para ser a filha bastarda. A música tem um refrão pegajoso, mas que não apresenta nada demais, além de uma ponte (pré-refrão) que leva uma vida para se encerrar numa busca de Solar e LUNA mostrarem o quanto podem alcançar notas longas, enquanto no middle-8 e no final da música que deveria ter uma diva fight um duelo vocal pros leigos, simplesmente não acontece. Mas ainda sim a faixa é agradável e diverte, principalmente pela Hani cantar discretamente e você se perguntar o que ela faz nessa faixa a não ser preencher a cota visual ❤

09 RED VELVET – ROOKIE

O defeito de “Rookie” é apenas ter um refrão bem meia boca, vamos ser sinceros todo o resto da faixa é atraente e foi muito bem produzida, talvez se elas não tivessem infantilizado os vocais no refrão tudo ficaria bem mais gostoso de ouvir, mas assim a música não chega a ser irritante por isso, eu realmente gostei disso e nem sou fã das Red Velvet.

10 AOA – BING BING

Todos devem amar “Bing Bing” forte, mas o problema é que seu arranjo é super datado, por incrível que pareça. Talvez porque a quinta harmonia do samba e a Ariana Grande Coisa lançaram duas canções que estouraram e tocaram até os radialistas não aguentarem mais os pedidos, e o que isso tem haver com “Bing Bing“? Bom, se for para lançar uma canção que tenha sax de fundo que seja algo incrível e fora da linha, porque mais um Pop/R&B com sax já tá mais que saturado. Porém, “Bing Bing” diverte, não vou dizer que a faixa é ruim, ela só não me atrai o suficiente por sua fórmula já ter saturado, mesmo que tenha aí só dois ou três anos que ela foi usada.

tumblr_o9lcsgsylf1sk2kqwo4_500

Uma breve homenagem às Wonder Girls ❤

Janeiro foi um mês bem difícil para o capope, meus comentários sobre os EPs e LPs que assim são agradáveis, mas de verdade não trouxeram nada de inovador, salvo aqui às AOA que tiveram o EP mais distinto de sua carreira apresentando faixas fora do padrão da banda, então merece aí a atenção de vocês como indicação. O mês teve poucos pontos surpreendentes como HELLOVENUS lançando algo mais old school que só MAMAMOO haviam explorado, ponto para elas. Outra surpresa foram as Dreamcatcher que trouxeram o anime song para o capope destruindo de uma vez por todas essa barreira que os capopeiros construíram de que o capope é superior ao jotapope por não apresentar faixas assim. CLC teve um mini album bom e que também indico que escutem, “Meow Meow” é só uma das faixas que surpreendem. E quem se saiu melhor em ser a Ariana Grande do mês foi a Seohyun que trouxe um mini album bem agradável também, sendo que as demais faixas não lembram “Don’t Say No“. Red Velvet tá sendo odiada por quase todos os blogs de capope por não ser um biscate concept ou algo tão revolucionário, como se o capope apresentasse isso constantemente, fazer o quê, né? Enfim, “Rookie” foi lançada entre 31 e 1º de Fevereiro, mas joguei pro Top10 de Janeiro, porque a situação tava bem ruim mesmo.

wonder-girls-why-so-lonely-wonder-girls-39772138-500-313
Um beijo e até Fevereiro ❤

 

ESCRITO POR JAPONESQUE DIVAS

Anúncios

Um comentário sobre “Tigresas do Kpop: Top10 – Janeiro

  1. JMB disse:

    Concordo com a lista (só jogaria Bing Bing e Honey Bee lá pra cima, pois eu realmente gostei da primeira e a segunda tem a Luna). Destaque pro CLC que não só conseguiu uma title track impactante como o álbum todo o foi

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s