Resenha: Série SKAM

E ai galera, tudo blz? Nesse post irei indicar uma série que assisti nas ultimas semanas e gostei tanto que acabei revendo ela logo após, desde já aviso que podem ler sem preocupação pois não haverá spoilers nesse post.

Nome: SKAM

Gênero: Drama, Juventude

Criador(es): Julie Andem

Desenvolvedor(es): Julie Andem

País de origem: Noruega

Idioma original: Norueguês

Duração: De 15min à 40min

Transmissão original: 25 de Setembro de 2015 – presente

N.º de temporadas: 03

N.º de episódios: 33

tumblr_okgqb8b9je1u788p1o2_r1_1280

Comentários: Após assistir duas vezes as três temporadas de SKAM em uma semana, percebi que tenho de tentar divulgar e enaltecer essa série maravilhosa em um post aqui pro blog. Imagino que ainda deva ter muita gente que não conhece essa série, até porque nem eu conhecia a semanas atrás (acabei achando essa série bem no acaso mesmo). Então vamos falar um pouco sobre SKAM, é uma série dramática juvenil norueguesa, exibida pela emissora NRK.

A trama gira em torno de um grupo de adolescentes da escola secundária Hartvig Nissen, em Oslo. Esses adolescentes vão passar por situações cotidianas da vida de qualquer adolescentes, mas ao longo da história passam a aprender com seus próprios erros. Digamos que o ponto principal da série é mostrar o crescimento desses personagens, passar para o público que para tudo na vida pode existir uma solução basta que cada um se esforce e tente lidar com a realidade que tem para si, pois só encarando de frente os problemas que poderá surgir soluções. A série por diversas vezes me lembrou muito Skins (pra quem não conhece deixa nos comentários que posso fazer uma resenha depois), principalmente a maneira “crua” que as coisas acontecem na história, dando um tom mais realista para a trama. A grande diferença é que em Skins, as temporadas são divididas por geração, ou seja a primeira e segunda temporada é com uma geração, já na terceira temporada já muda os protagonistas dando inicio uma nova geração e história já com final definido. Além de que Skins tenta dentro de cada geração dar espaço para cada personagem em cada episódio. Já SKAM prioriza cada personagem em cada temporada, nessas três temporadas exibidas a primeira temporada teve foco na personagem Eva, a segunda temporada foi dedicada a personagem Noora e a terceira foi do personagem Isak, daí a espera de boa parte dos fãs agora é saber qual será o próximo personagem que terá foco na próxima temporada. Eu acho muito válido, pois faz com que o espectador possa conhecer melhor o personagem e os dramas vividos por cada um, em uma temporada dedicada a tal.

Na primeira temporada a personagem protagonista é a Eva, digamos que essa temporada funciona mas como uma introdução do que é a série. Nela iremos conhecer boa parte dos personagens que fazem parte da história, e como cada um se conheceu e criou laços de amizade. Porém o foco são os problemas que Eva tem, com sua ex melhor amiga Ingrid, com seu atual namorado Jonas e com ela mesma. Essa temporada consegue passar a mensagem de que nós só podemos nos encontrar na vida quando sabemos o que queremos de verdade e somos verdadeiros consigo mesmo. Apesar de ser uma temporada voltada a introdução da série eu consegui gostar bastante, além de que tem muitas cenas cômicas. Uma das coisas que mais me agradou em SKAM são as cenas cômicas, que te faz rir e se imaginar em tais situações com os amigos. A primeira temporada é composta por onze episódios.

A segunda temporada a protagonista é a Noora, garota que faz parte do grupo de amigas da Eva na primeira temporada. A trama meio que começa como uma continuação de alguns fatos que ocorrem na primeira temporada. Mas na minha opinião a segunda temporada é bem mais intensa, sempre que penso qual temporada é a melhor fico em duvida entre a segunda e a terceira. Mas como de todos os personagens da série a Noora é minha personagem predileta a segunda temporada acaba se tornando a minha predileta. A mensagem da segunda temporada é que duas pessoas de personalidades totalmente diferentes podem se apaixonar sim e se achar em compatibilidades quando se permitem a isso. Afinal muitas vezes acabamos nos prendendo em conceitos que não funcionam para tudo, precisamos ser mais flexíveis e nos permitir conhecer outras pessoas como elas realmente são, dar uma chance para que elas nós mostre que também tem pontos positivos, por baixo da superfície que nossos olhos podem ver. A segunda temporada é composta por doze episódios.

A terceira temporada o protagonista é o Isak, ele é amigo do ex namorado da Eva o Jonas. Assumo que de início achava o Isak um tremendo “pé” no saco, oportunista do caralho (ignorem os palavrões kkk) que só se aproveitava das situações. Porém SKAM é aquele tipo de série que sabe aproveitar muito bem seus personagens, provavelmente personagens que você acha muito escrotos vão se tornar personagens que você vai gostar futuramente, um bom exemplo disso é a Vilde que no início da primeira temporada só falava bosta, porém ao decorrer da série ela foi se tornando uma personagem muito carismática e que sempre que aparecia nas cenas conseguia me arrancar risadas.O Isak foi bem dessa maneira também, a medida que a terceira temporada foi se desenvolvendo e assim desabrochando os segredos que o personagem tinha pude entender melhor as razões das atitudes de Isak e o porquê de suas frustrações. A trama da terceira temporada gira em torno de Isak se apaixonando por Even, e assim tendo de lidar com a questão da aceitação da orientação sexual, aceitação dos amigos, mas também da família. Os primeiros episódios são todos focados em como Isak irá aos poucos se desprender dos conceitos de sexualidade que tinha antes, mostrando que a opção sexual dele não vai afetar a vida de ninguém é que os amigos verdadeiros vão permanecer e não vão se importar com isso. Porém a temporada não se resume nisso, logo após Isak passar por esse processo de aceitação ele vai ter de lidar com questões que vão bem além disso, uma dessas questões é como lidar e conviver com pessoas que sofrem de transtorno de bipolaridade. Assunto que não é tão falado nas séries atuais, mas que em SKAM pode trazer uma boa noção da doença e de como se conviver com ela. Apesar da segunda temporada da série ser a minha predileta assumo que a terceira me trouxe mensagens mais fortes e também pode abordar temas mais polêmicos e que são muito do dia a dia das pessoas, então vejo a terceira temporada sendo mais rica em informações do que as outras duas. A terceira temporada tem dez episódios.

A série em si é recheada de personagens que tem uma grande flexibilidade de abordar diversos assuntos polêmicos em sua essência, saindo daquela ideia de que é “apenas mais uma série sobre cotidiano juvenil”, SKAM consegue mergulhar em assuntos importantes de forma sutil e clara, a personagem Sana é um ótimo exemplo disso, afinal quem iria esperar que uma das protagonistas da série fosse uma garota muçulmana, e ainda por cima uma garota muçulmana cheia de personalidade? Acho que muita gente não espera por esse tipo de personagem, até porque é muito pouco usado nas séries e filmes. Sana além de agregar a série questões religiosas e culturais ela também é uma personagem muito inteligente. Sabe aquele personagem que sempre diz as coisas certas nas horas certas? Ela se encaixa perfeitamente nesse tipo de personagem, assumo que de início eu não entendia muito “qual era a dela” na série, mas depois acabei amando a personagem e a personalidade forte dela, todo mundo precisa ter uma Sana na vida kk.

SKAM consegue passar uma boa mensagem, mas também reeducar a consciência de muitos jovens de nossa geração, afinal como alguém pode se considerar feminista mas chama outras garotas de “vadia”? Como é que não nos consideramos homofóbicos, mas ao mesmo tempo pensamos que gays e lésbicas são seres encantados que estão ali apenas para nos fazer rir? Como podemos dizer que respeitamos outras religiões e culturas, se tantas vezes julgamos esses sem perceber? SKAM por diversas vezes trás esses assuntos e nos mostra que esses erros ainda são cometidos e que muitas vezes sem que percebamos. E só pode haver respeito entre todos quando esse tipo de ideias forem mudadas.

Por fim, algo que não poderia de maneira alguma ser esquecido é a trilha sonora de SKAM, essa serie simplesmente arrasa no quesito trilha sonora, você acaba vendo um mix de musicas de diferentes épocas gostos e sonoridades tocando nessa série. Acho que esse foi um dos motivos que me fez ficar envolvido com as cenas e gostar tanto da série, a trilha sonora é muito boa. Para aqueles que já assistiram ou pretendem assistir, tem algumas playlists da trilha sonora do seriado disponível no Spotify essas playlists estão atualizadas e tem boa parte das musicas, se não todas. Irei Linkar abaixo para quem tiver interesse em ouvir.

PLAYLIST 01PLAYLIST 02PLAYLIST 03

Uma ótima forma de ficar sempre atualizado nas novidades sobre SKAM é seguindo sites e paginas de noticias.  Pensando nisso irei postar a baixo o link de uma ótima pagina da série, que é Brasileira e também é bem atualizada não deixem de conhecer.

SKAM Brasil

Conclusão: Como falei acima, SKAM é uma série bastante crua, ela consegue passar para os espectadores situações que já vivemos ou que já ocorreu com alguém próximo ou podemos viver no nosso dia a dia. Afinal quem falar que nunca teve uma amiga que vive em tretas amorosas, um amigo gay, religioso, drogado, nerd, babaca, divertido, conselheiro entre outros adjetivos para pessoas em geral, provavelmente não vive no mundo real. SKAM de maneira despretensiosa consegue abordar assuntos sérios de forma sutil mostrando que muitas vezes situações complicadas podem ser resolvidas com uma boa conversa, tanto é que em diversos momentos das três temporadas tem cenas que você se imagina no lugar dos personagens e se pergunta “porque ele não faz dessa forma, porque ela não diz isso” fazendo com que você reflita e veja que existe solução para os contratempos da vida.

Escrito por: Eduardo Mateus.

Anúncios

9 comentários sobre “Resenha: Série SKAM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s